Arquivo do mês: agosto 2010

É Chegada a hora…

Hora de dizer adeus, Adeus à solidão, Me deixe, Já não preciso mais de tua compania… Estou pedindo o divórcio, Espero que seja consensual, Mas se precisar, será no litigioso… Apenas abra as portas… a janela… Apenas vá… Solidão me deixe… … Continuar lendo

Publicado em Rita Cherutti | Deixe um comentário

Uma mulher nunca é apenas uma mulher

Ah, mulheres que escondem dentro de si tantas outras. Uma mulher nunca é apenas uma mulher. Talvez ai esteja a dificuldade de nós, homens, entendê-las. Uma mulher traz dentro si muito mais que mistérios que jamais desvendaremos. Mulher é plural, … Continuar lendo

Publicado em Belbute | 1 Comentário

Tum…Tum…

È a batida do coração que cumpre sua missão de perpetuar a vida enquanto tiver condições. Muitos corações tive o privilegio e a graça de restaurar… Ver ao vivo e a cores voltar ao seu trabalho como se nada tivesse … Continuar lendo

Publicado em Margarete Martins Araújo | Deixe um comentário

O efeito do beijo

Beijo, Um ato que enseja vàrios sabores e forma de expressar carinho e amor. Hà o beijo caliente dos apaixonados que se laçam e enlaçam no encontro de seus làbios È tanto desejo e amor que se enroscam , buscando … Continuar lendo

Publicado em Margarete Martins Araújo | Deixe um comentário

Brincando de escrever

Hoje resolvi trazer a minha criança para brincar. Deixei que ela escolhesse que tipo de brinquedo queria. E não é que a escolha foi uma surpresa para mim? Mexendo e remexendo tirou um imenso cesto repleto de palavras. No inìcio … Continuar lendo

Publicado em Margarete Martins Araújo | Deixe um comentário

Sonhar…

Sonhar… Deixar a imaginação voar Apaixonar sem medo… Entregar-se… Apenas viver esse sentimento… Intensamente O que sai de mim vem do prazer… Do amor que sinto… Que me faz sempre insatisfeita Querendo buscar mais… Mais… E mais… Ultrapassar meus limites… … Continuar lendo

Publicado em Margarete Martins Araújo | Deixe um comentário

Asas feridas

Ontem dormi chorando de dor. Machuquei minhas asas em um voo. Doeu muito… Muito! Ainda està doendo! Continuo chorando… Como dòi meu Deus! Parece que não vai cicatrizar! Vou aos pouquinhos, Com cuidado, Procurando um jeito de acomodà-la para diminuir … Continuar lendo

Publicado em Margarete Martins Araújo | Deixe um comentário