O veleiro e a borboleta

Em meio ao mar revolto

em meio ao cansaço

diante da tristeza

em meio a tanto fracaço

em meio ao vento

em meio ao tormento

encontrei a cordoalha

encontrei um veleiro

suas velas lembram minhas asas

apenas lhe faltam cores

borboleta…

curiosa

procura velejador…

que ser tão triste deixa tão lindas asas sem cor?

Borboleta e veleiro

em meio ao mar revolto

misturam-se

colorem-se

veleiro salva borboleta

borboleta coloriu o velereiro

posou sobre o velejador

dor, alegria, encanto, cores

Borboleta e o velajador…

Não fujas

entregue-se

a esta borboleta cheia de amor…

(Rita Cherutti)

Anúncios

Sobre belbute

"A mente que se abre a uma nova idéia, jamais retornará ao seu estado original" (Albert Einstein)
Esse post foi publicado em Rita Cherutti. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s